quinta-feira, 11 de julho de 2013

Rasante

Quisera ser pássaro
Dar oi ao bem te vi
Sentir e voar
A brisa fresca do mar
Planar sem destino
Sob a imensiadão azul do céu
Perder-se no céu de um olhar
Quisera ser pássaro para encontrar
O doce do olhar que anseio ver


Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos