sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Ilumina

Que o agito dos planetas deixe inquieto apenas nosso coração
Que ele só acelere por quem vale a pena
Que valha a pena se jogar de cabeça
Outra vez mais,

Que viver seja uma dádiva, diariamente
Que pensamentos negativos e pessoas negativas
Voem na brisa
E que de volta ela só traga alegria

Que sorrir seja meramente espontâneo
E que os sorrisos falsos evacuem pelo ralo

Que viver, ser gentil, fazer o bem
Seja uma experiência única,
A cada novo dia

Que cada dia traga o brilho intenso
De um belo dia de sol

E que o nosso sorriso e nossa ansiedade
Venham sempre carregados de uma imensa
Paz interior!


Vem com gosto 2013, com arte e amor para enfeitar nossas vidas




quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Fugacidade


Viver é tão fulgaz
Um corpo que pulsa latente na imensidão do dia
A morte é o não pulsar, sem deixar 
de, no entanto, existir
O existir na memória 
torna eterno cada segundo 
aproveitado em corpo vivo,
a memória torna momentos 
eternos para ambos
A vivência eternizada,
através da lembrança.
O designificado da morte.

A Vida eterna.



domingo, 2 de dezembro de 2012

Dezembro mar

Não navego em mares tortuosos, mas a delicia do teu beijo me faz permanecer com agrado nesse declarado barco furado.Tua pele macia me faz sentir num mar sem fim e o tom da tua voz me traz algo familiar. O que dizes ás vezes é como se já tivera ouvido.Um sentimento místico de vida passada.Um tudo se dizendo nada.Nada a que me entrego.Nada a declarar, nada a temer, hoje o samba me pegou e celebro meu mar distante maré vazia de buscas encontros sem fim que me preenchem de um gostar de viver assim.