domingo, 25 de novembro de 2012

Olhos para quem vê


Pus minhas mãos na tua maciez e já não quis soltar
Meu olhar brilhante na tua direção diziam
o que minha boca, entre um gole e outro de cerveja
preferia calar

Entregue aos encantos do sotaque baiano
e ao jeito espontâneo de cativar
quem tem o prazer de contigo prosear

Me perder no despertar de um beijo teu


Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos