sexta-feira, 30 de março de 2012

Dia



Quando vejo
O real lampejo
Mina o meu olhar
Pra não olhar
Deixo divagar
Engano os dias
a tentar esquecer
o sorriso lindo
e o meu bobo
ao lembrar

Para que esquecer o que de tão bom
a vida sempre dá?

Há sempre um novo sorriso
e uma nova semente a brotar