sábado, 6 de agosto de 2011

Alegria sentida

Se um dia me perguntares
o que é a alegria,
e de onde vem essa folia
que insiste em me morar
Pois eu te digo
Alegremente e sem pensar
Alegria é como amar
Não existe explicação
É como querer descrever
A fantasia que é ver
um por do sol no entardecer
Ou uma estrelinha cair
Em meio a escuridão
Alegria é como as ondas do mar
que nos cerca junto ao luar
Infinito em sua beleza
De assim sempre, sutilmente
Ir e voltar
Alegria todo dia
Pro show não deixar de rolar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos