sábado, 9 de julho de 2011

Limpando a casa


Ás vezes são necessários vários encontros para a afirmação de novas percepções
Intimidade não é algo que se cria em exatos dez encontros
Limpar uma casa começa-se por fora
A energia negativa sendo eliminada como deve ser,
Vai embora o que não cabe mais
Fica o que pode ser bem aproveitado, reaproveitado, otimizado
Uma verdadeira limpeza convem reparar em todos os detalhes
Tirar a poeirinha de cada coisa
e jogar fora o que, realmente, não serve mais
Tudo de velho que se guarda
Acumula energia que não circula
A velha história do desapego
O tempo clama: renovação
A palavra é reaproveitamento
De repente até aquela pessoa que ninguém vê mais
Reaparece numa forma remodelada
Sintonizando-se com seu próprio tempo.
Limpe a sua casa, seus amores, sua relações
Renove seus hábitos, recicle seus costumes
Saiba o que de bom ainda tem
E dá um tchauzinho pro que não te serve mais.
Praticando, é mais fácil do que parece.