segunda-feira, 14 de março de 2011

Poesiamar


Poesia para corações partidos
E amores não correspondidos
Poesia para alegrar dias comuns,
Nos olhos dos que não vêem
A poesia silenciosa do dia a dia
Que as vezes quase passa despercebida
Através de um sorriso sincero de uma criança
Ou de uma linda flor a desabrochar
No extasiante sol a se pôr
Num céu laranja sob o azul do mar
Poesia para quem desprendeu a amar
E de tanto desgosto
Também desaprendeu a receber
Poesia e amor
Jogados como confetes
Como em dias felizes de carnaval
Poesia singular e plural
Para alegrar e preencher com esperança
Os pobres desassossegados corações
Poesia através do sorriso
Que mesmo triste insiste em reluzir
Poesia hoje e sempre
Para acalmar os corações
Angustiados de ver
o mundo quase se acabar,

Poesia todo dia
Pra quem sabe esperar,
Um sonho que talvez um dia
Possa se realizar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos