domingo, 20 de março de 2011

Nascimento Lunar


Roguei uma prece ao luar
E sob o laranja da Lua
Lavei meus pés no Mar
Pedi a Iemanjá
Pra me guardar
Em seu leito de amor
Batizei meu amor
Sob a luz emudecedora
Daquele perfeito
Nascimento Lunar

(Foto by Ana Lúcia)

segunda-feira, 14 de março de 2011

Poesiamar


Poesia para corações partidos
E amores não correspondidos
Poesia para alegrar dias comuns,
Nos olhos dos que não vêem
A poesia silenciosa do dia a dia
Que as vezes quase passa despercebida
Através de um sorriso sincero de uma criança
Ou de uma linda flor a desabrochar
No extasiante sol a se pôr
Num céu laranja sob o azul do mar
Poesia para quem desprendeu a amar
E de tanto desgosto
Também desaprendeu a receber
Poesia e amor
Jogados como confetes
Como em dias felizes de carnaval
Poesia singular e plural
Para alegrar e preencher com esperança
Os pobres desassossegados corações
Poesia através do sorriso
Que mesmo triste insiste em reluzir
Poesia hoje e sempre
Para acalmar os corações
Angustiados de ver
o mundo quase se acabar,

Poesia todo dia
Pra quem sabe esperar,
Um sonho que talvez um dia
Possa se realizar.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Obscuro


Um cisne negro pousou no meu pensamento
Cisne sorridente amargurado
Abusado da vida
E eu tentando entender
Donde se escondem os sentimentos
Desse coração que talvez se partiu
Não tem nada pra dar
E só quer sofrer
Donde vem tanta negação
Da palavra querendo ser dita
Nó na garganta
Cisne, me tropeça
mas não me derruba

Tô bem muito é calejada da vida
Hoje eu só quero mesmo é viver

Meu melhor
pernambucano Carnaval.