terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Gemini


















From the day we kissed on the beach        
I think of you                                          
Think about your spontaneous smile          
And the funny way you see the life            
I think about your hair                              
And the good way you dance                    
Think about your lips touching my back      
Making me feel a so good sensation          
Before meeting you                                
I was feeling so empty                            
And you arrived in a unexpected way        
Bringing back the shine into my eyes  

(Andréa P.B.P - 2/12/11)

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

PrimaBela


A primavera pergunta inocente ao outono:
- De onde vem tua melancolia?
- Vem da saudade que esfria meu coração vazio - responde.
- E essa tua cor de onde vem? - perguntou o jovem outono.
-Vem de um sorriso que guardo na memória e do calor do sol que me alimenta.- falou a primavera radiante.
Então nasceu a flor, divina violeta rosa
No bonito amarelo do amanhecer de um lindo dia.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011



O que é gostar além desse bem querer viver?
Uma vontade de rirchorar sem saber porque
Um peito cheio de amor querendo escapar
Um querer fugir sem saber onde se vai chegar
E encontrar o que já não se esconde
Gostar de amar quem não responde
Querer se dar sem ter pra onde
Insistir em querer gostar
sem nem mesmo saber porque
Entender o que a vida dá
e receber sem cobrar
As respostas ali
a se amontoar
No ar gostoso
Do querer
sem querer
gostar
Q
u
e
m
t
e
m
a
m
o
r
p
r
a
d
a
r
n
ã
o
s
e
e
s
c
o
n
d
e.

domingo, 9 de outubro de 2011

O giro do mundo













Beleza poder contemplar
O ar que regenera
Fazendo respirar,
viver, fraquejar
Navegando numa linda
aquarela do futuro
A me suplantar
futuro tão vasto
quanto o meu salgado
divino mar
E o amor faceirizando
A paixão contemplando
O sol a desgastar
Os pés dos alheios
com seus jeitos e trejeitos
arrumando um velho jeito
de se serhumanizar

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Amoso


Deixe estar neste lugar
Um sonho qualquer
Um olhar pra quem quiser
Um lúdico caminhar
Deleitando no sorriso
Do sorriso,
sorriso
sorri
so

Ser em veias
pessoas
Amor
pax

Espírito puro 
a guiar

Amor é essa eterna saudade


sábado, 6 de agosto de 2011

Alegria sentida

Se um dia me perguntares
o que é a alegria,
e de onde vem essa folia
que insiste em me morar
Pois eu te digo
Alegremente e sem pensar
Alegria é como amar
Não existe explicação
É como querer descrever
A fantasia que é ver
um por do sol no entardecer
Ou uma estrelinha cair
Em meio a escuridão
Alegria é como as ondas do mar
que nos cerca junto ao luar
Infinito em sua beleza
De assim sempre, sutilmente
Ir e voltar
Alegria todo dia
Pro show não deixar de rolar.

sábado, 9 de julho de 2011

Limpando a casa


Ás vezes são necessários vários encontros para a afirmação de novas percepções
Intimidade não é algo que se cria em exatos dez encontros
Limpar uma casa começa-se por fora
A energia negativa sendo eliminada como deve ser,
Vai embora o que não cabe mais
Fica o que pode ser bem aproveitado, reaproveitado, otimizado
Uma verdadeira limpeza convem reparar em todos os detalhes
Tirar a poeirinha de cada coisa
e jogar fora o que, realmente, não serve mais
Tudo de velho que se guarda
Acumula energia que não circula
A velha história do desapego
O tempo clama: renovação
A palavra é reaproveitamento
De repente até aquela pessoa que ninguém vê mais
Reaparece numa forma remodelada
Sintonizando-se com seu próprio tempo.
Limpe a sua casa, seus amores, sua relações
Renove seus hábitos, recicle seus costumes
Saiba o que de bom ainda tem
E dá um tchauzinho pro que não te serve mais.
Praticando, é mais fácil do que parece.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Aprendizado


É fácil desistir, difícil é se propor a lutar
É fácil pedir perdão, difícil é perdoar
É fácil dizer adeus, difícil é esquecer
É fácil dar tempo ao tempo,
Difícil é deixar de pensar, de querer, de se culpar
E evitar a lágrima que insiste em cair
e vem pra ensinar.

terça-feira, 12 de abril de 2011

satisfação


Não caibo em mim
Sou toda satisfação
Traduzida em cada poro,
Do meu pequenino corpo moreno
Da amarga ilusão
Fez-se doce a esperança
E do pobre e angustiado coração
Fez-se o sorriso bobo,
Espontâneo e sem razão.
Viver já não dói
E a chuva lá fora
Aconchega o coração
Cansado de tanto
Sentimento vão.

domingo, 20 de março de 2011

Nascimento Lunar


Roguei uma prece ao luar
E sob o laranja da Lua
Lavei meus pés no Mar
Pedi a Iemanjá
Pra me guardar
Em seu leito de amor
Batizei meu amor
Sob a luz emudecedora
Daquele perfeito
Nascimento Lunar

(Foto by Ana Lúcia)

segunda-feira, 14 de março de 2011

Poesiamar


Poesia para corações partidos
E amores não correspondidos
Poesia para alegrar dias comuns,
Nos olhos dos que não vêem
A poesia silenciosa do dia a dia
Que as vezes quase passa despercebida
Através de um sorriso sincero de uma criança
Ou de uma linda flor a desabrochar
No extasiante sol a se pôr
Num céu laranja sob o azul do mar
Poesia para quem desprendeu a amar
E de tanto desgosto
Também desaprendeu a receber
Poesia e amor
Jogados como confetes
Como em dias felizes de carnaval
Poesia singular e plural
Para alegrar e preencher com esperança
Os pobres desassossegados corações
Poesia através do sorriso
Que mesmo triste insiste em reluzir
Poesia hoje e sempre
Para acalmar os corações
Angustiados de ver
o mundo quase se acabar,

Poesia todo dia
Pra quem sabe esperar,
Um sonho que talvez um dia
Possa se realizar.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Obscuro


Um cisne negro pousou no meu pensamento
Cisne sorridente amargurado
Abusado da vida
E eu tentando entender
Donde se escondem os sentimentos
Desse coração que talvez se partiu
Não tem nada pra dar
E só quer sofrer
Donde vem tanta negação
Da palavra querendo ser dita
Nó na garganta
Cisne, me tropeça
mas não me derruba

Tô bem muito é calejada da vida
Hoje eu só quero mesmo é viver

Meu melhor
pernambucano Carnaval.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Culpa


A culpa é da lua
Linda enternecida no céu
Brilhando pra mim
Culpa é da vontade
De dedicar a lua
Como um agrado
Pro sorriso mais lindo
Culpa é da vida
De ser perfeita
Cheia de Bons Amigos
Culpa da lua
Trazendo melancolia
E saudade de um dia
Um dia qualquer
em que já fui Feliz
Felizes os dias
que a Lua me traz
com seu brilho constante
Brilho que ilumina
Meu longo caminho
Me fazendo sozinha
E feliz pelo Mundo

Mundão lindo de meu Deus.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Momento


Um momento único e especial não se dá através de planos, ele simplesmente acontece como aquela risada espontânea de alguém que soube exatamente como me cativar, não existem explicações para o mágico, a única explicação plausível é que quando pensamos positivamente em alguém o Universo conspira a favor, a música que faz vibrar nossos coraçõezinhos, ás vezes desafinado por tantas melodias tristes, aquela música que faz o coração vibrar como o lindo soneto de uma flauta doce acaba voltando a tocar e ela vem como um aviso do Universo de que sim, viemos ao mundo para uma simples missão: a de ser feliz através do amor.Espontaneamente a vida te diz, aproveite este momento que talvez seja único como se naquele único segundo você tivesse tirado a sorte grande porque o amanhã, não se sabe o que ele traz e o ontem são só memórias saudosas eternizadas através de retratos guardados.Aprendi a colher bons frutos e viver atenta aos mais simples detalhes desse todo que é a minha atual Felicidade. Carpe Diem!

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Extasiante


O olhar estarrecedor
Me atrai como flecha
Borboletas no estômago
Pelo sorriso lindo que atrai
Tal ímã para o corpo moreno
De uns lindos encaracolados afros
Da pequenina extasiante
Negritude encantadora.

Picture by http://br.olhares.com/losing_keys_foto4202112.html

sábado, 29 de janeiro de 2011

Razões


Viver é isso
Um perder e ganhar diário
Num dia perde-se o amigo
No outro ganha-se um sorriso
E os sorrisos que permanecem
Nos fazem continuar
Continuar a sorrir
Continuar a viver
Continuar a amar...

Mas quem disse que isso é fácil
Viver ás vezes cansa,entedia
E no lugar do sorriso
São lágrimas que caem dos olhos
E as lágrimas purificam
Para um melhor enxergar

A vida
Os amigos
O amor
E tudo de lindo
Que ela tem a oferecer.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Depois


Depois do beijo, a ausência
Depois das risadas, a angústia
Depois da ânsia, o erro
Depois de ter, perder
E guardar bem no fundo
Aquela velha saudade.

O importante é a simples existência.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Razão do sorriso


Naquele dia foi encontrar os mesmos amigos,
juntos frequentaram os mesmos bares
entediados riam
observando as mesmas pessoas
buscando a mesma boite
e como de costume
encontrando as mesmas pessoas de sempre

Diferente foi a Pessoa
Na mesma boite
com seu novo sorriso
sua nova boca
num jeito novo de amanhecer
e num extasiante sol a se pôr
no mesmo lugar.
A razão do sorriso.

(Andréa Pinho - 09/01/11 - 13:31)