quinta-feira, 3 de junho de 2010

ordinary life


Devias era deixar de tanto esperar
Novos amores, sabores
Devias era experimentar
a delícia do mundo que te rodeia
E não esperar dos outros
O que também não tens pra dar
A estrada é sinuosa
E a diversão é o alimento
Do teu corpo cansado e sedento
Te alimenta de música
Agrada os que realmente te amam
E aproveita,
Afinal de contas como já disse
alguém de sábia visão:
a vida é curta,
mas não é pouca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos