terça-feira, 25 de maio de 2010

music and the rain

Games, changes and fears
When will they go from here
When will they stop ...
I believe that faith has brought us here
And we should be together, babe
But we're not

I play it off, but
I'm dreamin' of you
And I'll keep my cool, but I'm feelin'

I try to say goodbye and I choke
Try to walk away and I stumble
Though I try to hide it, it's clear
My world crumbles when you are not near

Goodbye and I choke
I try to walk away and I stumble
Though I try to hide it, it's clear
My world crumbles when you are not near

I may appear to be free
But I'm just a prisoner of your love
And I may seem all right and smile when you leave
But my smiles are just a front
Just a front, hey

And I play it off, but I'm dreamin' of you
And I'll keep my cool, but I'm feelin'

Here is my confession
May I be your possession
Boy, I need your touch
Your love kisses and such
With all my might I try
But this I can't deny, deny
I play it off, but I'm dreamin' of you

yeah yeah Yeah yeah ...

(I try - Macy Gray)

sexta-feira, 21 de maio de 2010

O sorriso do palhaço


Não é o amor, que brilha nos olhos do palhaço

E não é de felicidade o seu sorriso

É uma tristeza serena, guardada em seu peito

A beleza nascida da melancolia

O vazio que produz o suspiro

A serenidade guardada

numa saudade escondida

Trancafiada a sete chaves

No coração bobo e brincalhão

Do palhaço que faz sorrir

Pra conter as lágrimas

Que insistem em querer cair

Porque a alegria por si só

Não inspira tanto a criação

Quanto a tristeza do seu coração.


“O dia mente a cor da noite

E o diamante a cor dos olhos

Os olhos mentem dia e noite a dor da gente”


(O Anjo mais velho, O Teatro Mágico; Composição: Fernando Anitelli)

terça-feira, 18 de maio de 2010

something

Falta tanta coisa na minha janela
Como uma praia
Falta tanta coisa na memória
Como o rosto dela
Falta tanto tempo no relógio
Quanto uma semana

Sobra tanta falta de paciência
Que me desespero
Sobram tantas meias-verdades
Que guardo pra mim mesmo
Sobram tantos medos
Que nem me protejo mais

Sobra tanto espaço
Dentro do abraço
Falta tanta coisa pra dizer
Que nunca consigo
Sei lá,Se o que me deu foi dado
Sei lá,Se o que me deu já é meu
Sei lá,Se o que me deu foi dado ou se é seu

Sei lá... sei lá... sei lá....
Se o que deu é meu...
Vai saber,Se o que me deu , quem sabe?
Vai saber,Quem souber me salve
Vai saber,O que me deu, quem sabe?
Vai saber,Quem souber me salve...

(Sobra Tanta Falta - O Teatro Mágico; Composição: C. Trevisan)

terça-feira, 11 de maio de 2010

Persona grata


Uma menina um dia me apresentou o mundo, e em minha passiva infância tudo que ela fazia ou me mandava fazer era regra, ela cortava meus cabelos, me comprava roupinhas bem singelas, me vestia de bailarina, era uma jovem médica que também cuidava da minha saúde, me deu amor, proteção,liberdade e uma família espetacular, me deu as melhores escolas, uma viagem à Disney nos meus 15 anos, criou minhas melhores referências musicais.Um exemplo de mulher, mãe, amiga, irmã.Sinônimo de honestidade, garra, inocência, alegria, com ela aprendi o fantástico aprendizado dos filmes.Amiga confidente, compreensiva, soube entender minhas diferenças na fase mais confusa da minha vida, agradeço tanto a Deus por ser fruto de uma árvore tão valiosa, por tudo que vivi e continuo a viver, pelas minhas relações que continuam a progredir de uma maneira tão saudável e harmoniosa.Ò Deus se existe a perfeição ela é o que posso chamar de minha vida, e nenhum bem material seria suficiente pra expressar tamanho Amor, desse que sinto por essa criatura tão ímpar e maravilhosa que tenho orgulho de chamar de Mãe. Esse sentimento tão enorme que mora dentro de mim e que me faz ser-te tão eternamente grata pelo que és na minha vida, e pelo que sou graças ao teu jeito certo e tão verdadeiro de amar.Obrigada por existir e por me fazer existir na tua vida.Te amo infinitamente!

Feliz aniversário!