segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Receita de ano novo


Para você ganhar um belíssimo ano novo, cor de arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido mal vivido talvez ou sem sentido.

Para você ganhar um ano, não apenas pintando de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir a ser novo, até no coração das coisas menos percebidas a começar pelo seu interior.

Novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha.

Você não precisa beber champanhe ou qualquer outra birita, não precisa expedir nem receber mensagens planta recebe mensagem? Passa telegrama? Não precisa fazer lista de boas intenções, para arquivá-las na gaveta.

Não precisa chorar de arrependido, pelas besteiras consumadas, nem parvamente acreditar que, por decreto da esperança, a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo. Eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.

É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

(Carlos Drummond de Andrade)

Welcome 2010 =)

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Merry Christmas


Se perdem gestos, cartas de amor
Malas, parentes
Se perdem vozes, cidades
Países, amigos
Romances perdidos, objetos perdidos
Histórias se perdem
Se perde o que fomos,
e o que queríamos ser
Se perde o momento,
mas não existe perda
Existe movimento...

(trecho do filme O Signo da cidade)

Que a paz reine nos corações
E que o amor compartilhado hoje
Fortaleça nossa esperança
em dias brilhantes.
Feliz Natal!

sábado, 19 de dezembro de 2009

ímpar

Ah o beijo ímpar que se apodera da boca
E amolece as pernas
A boca que derrete na outra
e maltrata
De tão perfeita essa boca
do beijo virginiano,
que invade completamente,
ocasionalmente.
Onde só sua lembrança,
já causa vez por outra
todas as sensações...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

dear sister


Ela é intensa,

como o ritmo frenético das batidas que vem da caixa de som

que insistem em atraí-la

Independente,

Como a nova safra de pessoas que está por vir

Aprendeu cedo a lidar com a liberdade,

E com a ausência do carinho da sua querida mãe

Carente como um gatinho que se abre,

a um gesto qualquer de carinho,

Pedaço de mim,

ela é o meu oposto.

Meu Yin,

Minha companheira de momentos felizes,

E testemunha de meus momentos de estresse,

Inteligente, determinada, imatura

Sangue do meu sangue,

Minha nenezinha que hoje atinge a maioridade,

Minha irmazinha querida que eu amo,

Infinitamente,

Bruna Brenha.


Desejo esse teu mais belo sorriso,

todos os dias de tua vida

E que nos dias tristes, sintas a liberdade de pedir meu ombro

para que possas colocar pra fora tuas mágoas e tristezas.

Estarei sempre ao teu lado, mesmo que um dia eu esteja distante.

E que a vida te ensine com cuidado,

O que ainda insistes em não compreender.

Feliz aniversário!

sábado, 12 de dezembro de 2009

processo


O importante permanece
Tudo que eu desejo ao alcance dos meu olhos
Eles agradecem pela plena satisfação
Do meu olhar ver o mundo.
Do pouco que recebo
faço pequenos capítulos
de uma longa história
que começa todo dia.
De cada pouquinho
dá um tantão.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

just live

Coloque sua música predileta e não pense em ninguém,
Mais uma noite nasceu,
Porque como os dias elas nascem no rosa do crepúsculo
Na escuridão tudo é diferente
As possibilidades se multiplicam,
Os corpos são livres
A música apimenta
E tudo se torna possível.
Experimente uma vez,
uma noite de total desapego.
Apenas obedeça seus instintos
e siga em frente.
Nossa vida escorrega por entre nossas mãos!

Now I can't say my name, and tell you where I am
I want to roll myself away, don't know if I can

I wish that I could be in some other time and place
With someone elses soul, someone elses face

Oh, Tuesday just might go my way
It can't get worse than yesterday
Thursdays, Fridays ain't been kind
But somehow I'll survive


(Someday I'll be saturday night - Bon Jovi)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

teoria

O menino que se julgava bem informado anunciava:

- A cada 200 foliões, 9 serão infectados pelo vírus H1N1, nós somos grupo de risco.

- Sério? Mas eu não fui pro carnatal.

- Só você querida, e se fumaste do meu cigarro as chances são realmente grandes.

E riram de sua própria fragilidade. O tempo confirmaria a teoria.

domingo, 6 de dezembro de 2009

Outras pérolas

Porque o ódio não me pertence, eu não odeio
Crivo-me de ternura
Evoco meu destino
Sagradas catedrais, protejam-me

Doce ainda é o meu coração ajoelhado
Doce ainda é a minha alma golpeada

A juventude se despede e outras pérolas aproximam-se
Sábias.Com esmero

Metade flor.Metade espelho.

(Marize Castro)

sábado, 5 de dezembro de 2009

canteiros natalinos


Como são lindas as árvores cobertas de flores lilazes
nos canteiros da cidade
E a alegria dos visitantes que vem em busca de diversão
Já nem se importam com a tal gripe
Os de todas as idades celebram um ano que está no fim
Os trios no corredor enchem de alegria os corações frenéticos
Beijos de boca incoscientes e cheios de sede
em meio à embriaguez e suor dos corpos descontrolados
A saudade guardada de um sorriso que há muito não se vê.
Já é quase Natal e 2010 bate à porta.
Felicidade ilumina nossa terra
e a paz reine nos corações necessitados.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

friday night


I saw her today at the reception
A glass of wine in her hand.
I knew she was gonna meet her connection,
At her feet was a footloose man.

And you can't always get what you want,
Honey, you can't always get what you want.
You can't always get what you want
But if you try sometimes, yeah,
You just might find you get what you need!

I went down to the demonstration
To get our fair share of abuse,
Singing, "We gonna vent our frustration."
If we don't we're gonna blow a fifty amp fuse.
So, I went to the Chelsea Drugstore
To get your prescription filled.
I was standing in line with my friend, Mr. Jimmy.
And man, did he look pretty ill.
We decided that we would have a soda,
My favorite flavour was cherry red.
I sing this song to my friend, Jimmy,
And he said one word to me and that was "dead."
And I said to him

And you can't always get what you want, honey.
You can't always get what you want.
You can't always get what you want.
But if you try sometimes, yeah,
You just might find you get what you need!

I saw her today at the reception.
In her glass was a bleeding man.
She was practiced at the art of deception;
I could tell by her blood-stained hands.

And you can't always get what you want, honey.
You can't always get what you want.
You can't always get what you want,
But if you try sometimes, yeah,
You just might find you get what you need!

And you can't always get what you want, honey,
You can't always get what you want,
You cant always get what you want,
But if you try sometimes, yeah,
You just might find you get what you need

(You can´t always get what you want - Rolling Stones, composição: Jagger / Richards)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

2.2

Lugar sem comportamento é o coração.
Ando em vias de ser compartilhado.
Ajeito as nuvens no olho.
A luz das horas me desproporciona.
Sou qualquer coisa judiada de ventos.
Meu fanal e um poente com andorinhas.
Desenvolvo meu ser até encostar na pedra.
Repousa uma garoa sobre a noite.
Aceito no meu fado o escurecer.
No fim da treva uma coruja entrava.


(Manoel de Barros - O livro das ignorãça)

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

árvore silenciosa

"Entre duas notas de música existe uma nota, entre dois fatos existe um fato, entre dois grãos de areia por mais juntos que estejam existe um intervalo de espaço, existe um sentir que é entre um sentir - nos interstícios da matéria primordial está a linha de mistério e fogo que é a respiração do mundo, e a respiração contínua do mundo é aquilo que ouvimos e chamamos de silêncio"

(A paixão segundo G.H - C larice Lispector)


Dezembro traz consigo saudade e melancolia, lembrança de dezembros passados onde minha alegria se resumia aos presentes ao pé da árvore de Natal e abraços cheios de amor.Ainda estou aprendendo a lidar com a morte e o imenso vazio causado pela ausência dos meus amores que se foram,cedo demais.