terça-feira, 15 de setembro de 2009

Viagens noturnas


Ó sonhos que me levam de volta ao passado,
Serão eles imaginação ou vivência,
Desejo reprimido ou um passeio da alma por terras distantes,
Frutos da imaginação ou experiência extra-corpórea?
O que se pode dizer é o que se pode sentir,
Os sonhos nos permitem passar por lugares de outros tempos ou mesmo desconhecidos, neles encontramos pessoas com as quais já convivemos e outras que mal conhecemos, os sonhos como o amor são um mistério oculto que alimenta nossas almas e sonos, eles tem a magia de fazer-nos viver coisas as quais jamais imaginamos, ó sonhos agradáveis, continuem a fazer das minhas manhãs ensolaradas lembranças de amores que se foram ou que ainda estão estão por vir.
E que neles eu possa ser tudo que o mundo concreto não me permite realizar, que eles sejam a pintura surreal da minha imaginação e me mostrem sensações nunca imaginadas ou sentidas por meu ser de olhos abertos, que eles me permitam ver o que o mundo não me permite e que façam dos meus dias presentes e lembranças de sonhos bons e felizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos