domingo, 2 de agosto de 2009

Nunca talvez

E a palavra nunca que não costumava fazer parte da sua vida, veio à sua mente com ares de familiaridade. Toda sua certeza era em vão, e talvez ela nunca tivesse tido razão, talvez sua mente tenha criado uma coisa que realmente não existia a não ser para ela, talvez nunca conseguisse sair da encruzilhada em que se meteu.Mas o talvez prevalecendo era a sua esperança em meio a sua delicada visão do todo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos