quarta-feira, 1 de julho de 2009

Intrigante


"Do amor, só tive sua sombra, sim.
Na verdade, a sombra de uma sombra... como o reflexo de um lírio em um lago.
Não parado, mas agitado pela ondulação da água.
E assim o reflexo fica deformado...
e não é mais o seu."


"Querer não é se expandir pela força.
É se recolher para si...
pouco a pouco, pela eternidade"

(trechos do pensamento-fala de Marie)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos