sexta-feira, 3 de julho de 2009

Desapego

Naquele dia ela acordou querendo desapegar, diziam que isso era bom ás vezes, ela entendia essa expressão como uma forma de não dar tanta importância para as coisas. Uma maneira de reciclar a alma colocando pra fora tudo que pudesse ser desnecessário para seu crescimento. Ela já havia tentado de tudo, numa semana planejava e tudo acontecia diferente, noutra resolvia que era melhor deixar as coisas acontecerem, nada acontecia, quem sabe se ela remexesse tudo dentro dela e o fato organizar seu quarto fosse uma maneira de ela ficar leve e conseguisse a tão almejada façanha de desapegar. Mexeu papeis, viu fotos, releu bilhetes, cartas e depois colocou todos de volta em sua devidas caixinhas, ela não conseguia se desfazer delas, para ela tinham um valor inestimável e faziam parte do que ela era. Guardou as caixinhas jogou o que podia no lixo, e sentiu-se um pouco mais limpa de todos aqueles papéis. Fez um bloco de papéis usados e colocou na escrivaninha, papel branco era para ela um tipo de vicio, ela precisava tê-los sempre por perto, que o que ela não vivia, escrevia. Além de dados que ela tinha a mania de anotar como nomes de filmes, livros, cantores, artistas, endereços eletrônicos, pensamentos idiotas. Ela resolveu controlar seus pensamentos, não queria mais pensar em ninguém, passou a só pensar em agir em beneficio próprio, ver filme, ler, estudar, escrever, sair, beber, fumar, dormir acordar, almoçar,internet, precisava ir a praia ia, queria ir pra pipa iria, consumiria o mundo inteiro,fez com a amiga a terapia de elaborar uma lista de prioridades do que deveria ser feito de imediato para tornarem suas vidas melhores.A amiga dá início à lista postando sua primeira prioridade: Acordar ás sete.Eu acordo as oito, disse ela e enumerou mais pelo menos 11 prioridades.Foi dormir pouco mais da meia noite, acordou ás 10h da manhã com o telefonema da amiga, o despertador tocou e ela não ouviu,era uma fracassada em fazer planos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos