terça-feira, 30 de junho de 2009

Lua negra

- O amor foi criado por algum louco, de alguma parte de seu corpo, menos dos olhos, pois nada vê e por isso não privilegia os que enxergam. Talvez tenha sido criado da cabeça, pois seus atos são estranhos e incoerentes; para os que tentam compreendê-lo, queima-lhes o juízo; para os que tentam contradizê-lo, cava-lhes um buraco no peito, pintando seus dias de cinza; para os que tentam fugir, corta-lhes as pernas, fazendo dos que querem correr, rastejar. Somos parecidas, sonhamos com manhãs abençoadas por luas... e para os covardes essa lua é negra...

(trechos do livro Lua Negra de Cláudia Magalhães)

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Descontraindo com o nego Jorge

Vai no cabeleireiro
No esteticista
Malha o dia inteiro
Pinta de artista

Saca dinheiro
Vai de motorista
Com seu carro esporte
Vai zoar na pista

Final de semana
Na casa de praia
Só gastando grana
Na maior gandaia

Vai pra balada
Dança bate estaca
Com a sua tribo
Até de madrugada

Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Só no filé
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Tem o que quer
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Do croissant
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Suquinho de maçã

(Burguesinha - Seu Jorge Composição: Seu Jorge / Gabriel Moura / Pretinho da Serrinha)

Boaaaa pra dançar essa música hihihihi

domingo, 28 de junho de 2009

Dúvidas

É sensato meu querer?
Saudável disfarçar?
Qual o sentido, a razão?
E onde ponho minhas mãos,
a um passo de poder tocar.
E o meu sorriso bobo de contentamento.
Quanto dura uma paixão?
E onde eu guardo estas palavras que eu ensaiei pra te dizer?
Qual a distância real entre minha boca e esse sorriso lindo que me escraviza?

sábado, 27 de junho de 2009

Presente

Hoje é um presente,
Presente do mundo pra mim
Presente é agrado pra quem merece
onde dar é melhor que receber
Hoje é um agrado.
Dia de sol,planos para mais tarde
Música nos meus ouvidos
Pensamento voando...
Realidade enfeitada com arte.
A vida pulsando na batida do meu coração,
Se mostrando tão colorida quanto o arco-íris.
O que eu sinto agora, paz,
e o que ainda vou sentir,
O presente de estar viva e poder simplesmente
te ver.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Adeus menino Michael!


O simpático e carismático negrinho tornou-se rei,rei do pop, do break e sua infância roubada pelo excesso de trabalho fez dele o adulto peter-pan.Teve filhos, se envolveu em polêmicas de pedofilia, perdeu sua Neverland,não havia o pó de pirlimpimpim.Veio ao Brasil,mostrou um pouco do que temos de melhor, o ritmo da Bahia.Era polêmico e desajeitado, por uma doença tornou-se até estranho, mas tinha imenso talento para dançar ,cantar ,compor e que linda voz.Lembremos dele assim, menino prodigio que deixou sua marca no mundo através de seu inquestionável talento.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Cálice

"Encontro fugidio e breve foi o nosso. Belo também da beleza que permanece na memória para além dos dias. Algures tu és, aqui eu sou.Porque imprecisa, a distância se resolve na certeza vaga de existirmos num como e num onde. Tanto basta. [pergunta ou afirmação?] Não há passos que nos aproximem no impreciso e no vago. O nosso reencontro está só na certeza vaga de existirmos com outros, sob o mesmo sol. Melhor assim."

(Fragmentos de um discurso amoroso - Roland Barthes)


sábado, 20 de junho de 2009

Vontades

Vontades incontroláveis permeiam meu ser.
Vontades simples e próximas, vontades que passam,
Medo que impede de agir e me faz borboleta voadora
cheia de vontades implicitas querendo acontecer.
O medo a petrificar, o novo a emudecer,
O desejo e a vontade a queimar por dentro transformando tudo em cinzas.
As cinzas do cigarro que alimenta minha boca sedenta do beijo interminável.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Dias de envelhecer

Pequenas surpresas cotidianas vêm esquentando minha alma nestes dias chuvosos e frios. Nas madrugadas com vista para o mar tenho feito preces de agradecimento e ando a sorrir feito boba das surpresas e circunstâncias com que a vida tem me agraciado. Meu mês junino já pela metade me aquece como quentão e vinho quente em festas de São João, fazendo de meu coração uma manteiga que se derrete ao mais sutil toque, concluo esse familiar excesso de sensibilidade nesses meus dias de envelhecer.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Eu celebro,tu celebras, nós celebramos

Hoje celebro 28 anos de minha existência,
Celebro minha infância feliz e saudosa,
Amigos que fiz por toda parte
E minha belíssima família,
Celebro minha cidade Natalia,
E as figurinhas fantásticas que a compõem,
Celebro a música e a cultura que aqui germinam,
O cinema que engatinha sedento por caminhar com as próprias pernas,
Celebro minhas paixões reais e imaginárias,
E minhas verdades.
Celebro a chuva que São Pedro me envia,
O sol que renova minha pele,
E a capoeira que faz de mim um ser harmonioso
Em corpo e alma.
Celebro a cultura popular, a literatura,
a psicologia,as artes.
Celebro os artistas de sua própria vida,
E a Natal sede da Copa de 2014.
Celebro o Brasil.
Celebro junto aos que acreditam e lutam
À sua maneira por um mundo melhor,
Celebro os honestos que ainda existem
E a bonança que ainda está por vir,
Celebro a beleza, o sorriso, a diferença,
Minha eterna saudade,a verdade e o Amor.
Celebremos o Amor nesse dia,
O dia dos namorados e o meu dia.

Tin-tin.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Marinete


Ela é imensamente carente, explícita até demais em sua alegria, chega a tremer de felicidade, adora um carinho, do tipo que coloca a cabeça nas minhas mãos e se abre toda, mas também adora morder, correr feito uma louca e fazer uma cara de humilde que se iguala a uma atriz, sim ela é uma artista quando quer convencer-nos de algo, geralmente para ficar dentro de casa no aconchego da família. Ela é a minha filha branca e louca, se alguém me vir por ai com ela saberá o que digo, ultimamente tem andando mais afoita ao ver os de sua espécie de sexo oposto, ela parece decorar o lugar onde eles estão pois já fica afoita só em passar por perto, deve estar passando da fase infantil para a adolescência, aquela famosa fase das descobertas. Ela que não entende meus pensamentos, se faz presente em meu cigarette break sempre querendo brincar e nem sempre me encontra paciente,mas ela é do tipo insistente, faço uma queixada sob sua cabeça e ela dá uma rodada rápida mostrando seu refinado reflexo, mas quando tento jogar capoeira com ela não dá certo minha perna vai pra um lado ela vai pra outro chego a quase machucá-la. Converso com ela e ela me olha como se compreendesse, confesso-lhe meus mais íntimos segredos e compartilho com ela minhas euforias de fins de semana. Minha segunda companheira de confidencias depois de minha irmã. E eu que era amante dos felinos aprendi a me afeiçoar a essa cadelinha maluquete que é a minha Marinete.

sábado, 6 de junho de 2009

Seja jovem

Ser jovem é guardar em si o frescor da vida, é viver e aprender a lidar com a natureza humana da maneira mais intensa, é ter disposição para o inimaginável, acumular estórias pra contar.É se divertir, aproveitar, conhecer, aprender, ensinar, dar, receber.

Ser jovem é ter todo o futuro pela frente e sonhar até não querer mais, é ter asas sem saber voar e ás vezes se estatelar na própria liberdade. É fase sem prazo de validade onde para se enquadrar basta se considerar jovem, pode-se ser na idade ou no espírito, ser jovem é estilo de vida, amor e paixão em erupção.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Música em meus dedos.


O menino com dreads no cabelo se aproximou e perguntou:

- Se você pudesse escolher entre um presente e uma música o que você escolheria?

Pega de surpresa penso um pouco e respondo:

- Uma música.

Então ele bate a real:

- Gata se eu te fizer uma arte você paga uma cerveja pra mim?

Olho pra ele desconfiada, penso, mas ele ainda completa falando em tom de confidência:

- É que tô com uma nova namorada, to super feliz e tô afim de pagar uma cerveja pra gata. - Ele sorri tão sinceramente que no meu estado não consego dizer não.Pego dois reais e dou pra ele.

- Tá aí amigo, pode ficar na paz, é o que eu tenho você completa.

Ele pega o material eu ainda digo:

- Depois você me dá pô, fica na paz.

- Não, vou fazer logo.

Com um arame e um alicate na mão ele começa a fazer o que prometeu, e valorizo sua disposição.Ele leva menos de 10 minutos e coloca o anel no meu dedo.Era uma clave de sol.

- Tá ai gata você vai levar no seu dedo a primeira nota musical.

Era um presente simples,feito de arame nos meus dedos, mas achei tão lindo, que peguei mais R$0,50 e ainda falei pra ele quando passou com sua namorada:

- Ficou faltando pra completar a cerveja.

Ele sorriu e foi curtir o resto da noite feliz com sua gata.Nem sei o nome do menino mas tenho certeza que o mundo precisa de mais pessoas assim,espontaneas,sinceras e artistas como ele.