domingo, 10 de maio de 2009

Homenagem à minha Mãe menina

Seu nome veio de um livro,segundo ela é a pessoa mais velha com esse nome que se tem notícia. A primeira filha de Dra. Neury nascida sob a influência solar do signo de touro traz em si uma grande característica da mãe, a generosidade, no entanto, quem a conhece sabe também do seu gênio forte e da sua imensa teimosia ás vezes. Filha dedicada ajudava a cuidar dos irmãos, o que incluía vesti-los de mulher e mandar eles desfilarem para ela. Sempre foi uma menina estudiosa e não por menos se tornou médica como a mãe. Começou a trabalhar cedo dando aulas de inglês e curtiu bastante sua adolescência pelas ruas de São Luís. Casou com um militar aos 21 anos e com ele viveu 26 anos, tiveram três filhos. Seu primeiro namoradinho de portão retornou à sua vida na ocasião da morte de sua querida mãezinha e tem feito dos seus dias menos duros e difíceis desde então. Os filhos têm uma imensa paixão por essa mãe forte , inteligente, engraçada, bonita, convencida. Quem a conhece bem sabe do pequeno fio que separa a mulher de fibra da moleca palhaça. Conviver com ela é estimulante pois está sempre buscando oferecer aos que estão ao seu lado todo amor, carinho e atenção presentes no seu enorme coração. Ela dá conta de suas obrigações e sustenta os três filhos com toda a fibra necessária e chora ás vezes de saudade, pela sua imensa sensibilidade isso não é tão difícil, chorona,chora até com comerciais de televisão. Para minha alegria hoje ela tem ao seu lado um grande homem, que realiza todos os seus desejos e proporciona a ela o lazer que ela sempre quis e mereceu, cuida dela com amor e conquistou a todos com seu jeito humilde e respeitador de ser, até o próprio ex-marido, que antes tinha uma fama de carrasco mas que ultimamente tem se dedicado ás artes. Os filhos não são perfeitos já que a perfeição não é algo comum, no entanto sabem aproveitar de forma coerente a liberdade que ela sempre os proporcionou, com essa liberdade eles aprenderam a decidir por si mesmos o que é certo e o que é errado. Eles sentem muito a falta da mãe mas não são problemáticos, apesar de os três terem uma personalidade completamente diferente um do outro carregam em si algumas características comuns como a facilidade de lidar com as pessoas e o amor pelas artes, principalmente música e cinema, herdados dos pais. Sentem-se imensamente felizes e gratificados por fazerem parte dessa família tão peculiar e maravilhosa e por terem recebido de Deus uma mãe tão especial e única quanto essa menina mulher forte que hoje completa 50 anos, minha mãe querida, Luana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

toda ouvidos